Capítulo 4 : WinDi Dicionários.

Ao criar, sobre a forma de software, um dicionário tradutivo em sete línguas, tentámos alcançar um duplo objectivo.

Primeiro que tudo, o de fornecer um produto de alta qualidade (21 dicionários) que seja agradável de utilizar pelas pessoas habituadas a utilizarem os computadores, como os tradutores, os estudantes, empresários, secretárias, etc. Em poucas palavras, todos aqueles que, pela sua profissão, são levados a traduzir textos ou a compreender documentos em línguas estrangeiras.

Depois, o de tornar a procura de palavras mais fácil para os utilizadore do WinDi (Windows Dictionary),o que é possível graças às vantagens informáticas actuais.

Este dicionário, inteiramente realizado por equipas de tradutores trabalhando na sua língua materna, contém mais de 40.000 palavras e expressões em cada língua. Os dicionários WinDi contém 29.000 palavras de vocabulário geral e 11.000 palavras de vocabulário específico relativos aos domínios financeiro, de negócios, bancário, da bolsa, contabilidade, técnica, etc. Encontrará frequentemente, em cada língua, várias traduções possíveis para a mesma palavra, cada palavra podendo ter vários significados (polissemia). O vocabulário em gíria ou familiar não foi retido.

Cada palavra está acompanhada da sua categoria gramatical (nome, artigo,…) e do seu género (masculino, feminino ou neutro) se se tratar de um nome. No caso de um verbo, o comentário indica se ele é regular ou irregular, se se trata de um verbo de partícula separável ou inseparável (para o alemão e o neerlandês). Cada nome é precedido do seu artigo definido. No que diz respeito ao inglês, o género dos nomes não foi retido, pois, na maior parte dos casos ele é neutro, e o masculino e o feminino não são utilizados para os objectos a não ser em inglês literário.

Por outro lado, uma apresentação informatizada tem numerosas vantagens. Citemos algumas.

Primeiramente há a rapidez de utilização : o WinDi não é apenas, acessível a partir de qualquer aplicação Windows como ainda a tradução procurada, é afixada no écran nas 7 línguas do dicionário imediatamente após o ter pedido.

Depois, é muito fácil transferir uma ou mais palavras do dicionário para uma aplicação Windows, e vice-versa. Pode assim, a qualquer momento, inserir a sua tradução num texto.

O WinDi dispõe igualmente de uma função chamada "Última pesquisa" : o dicionário abre-se sempre na última palavra pesquisada. Finalmente o WinDi foi concebido para ser de utilização simples e intuitiva.

Neste capítulo serão descritos sistematicamente os dois écrans do WinDi Dicionários, e isto em função das manipulações logicas do utilizador. Ser-lhe-ão dados alguns exemplos e conselhos.

Este capítulo descreve a apresentação multilingue em dois écrans. No entanto, existem duas outras apresentações do Windi Dicionários : apresentação multilingue num écran, e apresentação bilingue num écran (ver o capítulo "Écrans WinDi suplementares"). O utilizador pode seleccionar uma destas apresentações a qualquer momento através da função "parametragem" (Setup) disponível no primeiro écran do WinDi Dicionários (botão "S") (ver a zona 11 do écran 1 no parágrafo 4.2).

4.1. Como aceder ao WinDi Dicionários.

Existem duas formas de aceder ao dicionário a partir do Windows :

- Clique simplesmente sobre o ícone WinDi situado no grupo de aplicações Windi Translation Help.

- Numa aplicação Windows (processamento de texto,…), abra o Menu WinDi (ver cap.1)

Assim que o dicionário se carregar em memória, ele posiciona-se no local onde o deixou a última vez (se se trata da primeira utilização, ele posicionar-se-á sobre a primeira palavra inglesa da letra A).

4.2. Primeiro écran : procura da palavra a traduzir.

Écran 1 :

4.2.1. Selecção da língua da palavra a traduzir (língua de origem). (zonas 3 e 4, écran 1)

A língua de origem seleccionada no início é aquela que escolheu no Menu WinDi. Para a modificar, clique sobre uma das línguas na zona 4. O símbolo na zona 3 lembra a língua de origem seleccionada. O quadro vermelho que cerca a zona 4 indica que se trata das línguas de origem.

4.2.2. WinDi diálogo consigo na língua da sua escolha. (zona 2, écran 1)

A língua de diálogo pode ser seleccionada através do ícone "S" (Setup) disponível no Menu WinDi. O símbolo cinzento que se encontra na zona 2 lembra qual é a língua de diálogo seleccionada aquando da instalação do software. Se desejar modificar esta língua, comece por sair dos dicionários WinDi, chame a função "Setup", seleccione uma outra língua e por fim, reabra os dicionários WinDi.

4.2.3. Codificação / escolha da palavra a traduzir. (zonas 3 e 1, écran 1)

Escreva na zona 3, mesmo parcialmente, a palavra que deseja traduzir. O WinDi começa então a pesquisa, que se processará à medida das letras que for juntando. A palavra escolhida aparecerá em seguida na janela da zona 1, rodeada das outras palavras do dicionário classificadas por ordem alfabética.

Para circular no dicionário, pode utilizar as setas ou a barra "scroll" da zona 1, ou ainda escrevendo uma outra palavra na zona 3.

Para inserir ou apagar uma palavra, aplique os métodos habitualmente utilizados no Windows (para mais informações, ler o manual do Windows).

O caracter de pesquisa "*" : pode inscrever na zona 3 qualquer cadeia de caracteres (mínimo 3 caracteres) seguido do símbolo * (estrela). O WinDi vai então procurar todas as palavras que contenham essa cadeia de caractéres (mesmo se esta se encontrar no meio da palavra) e afixar o resultado da sua pesquisa na zona 1, no local do dicionário de origem. Esta função é extremamente interessante para as línguas como o alemão e o neerlandês, que "colam" as palavras compostas. Por exemplo, abra o dicionário a partir do alemão e insira a palavra "Schalter" seguida de * (constatará que este caractére "estrela" não aparece na zona de codificação, contudo ele inicia o procedimento de pesquisa). Alguns segundos depois, obterá na zona 1, não apenas as diferentes traduções da palavra "Schalter" sozinha, mas também toda uma série de palavras compostas contendo "Schalter" mas não começando por esta palavra (por exemplo : "Bankschalter" que é normalmente seleccionada pela letra "B"). Esta função de pesquisa é igualmente interessante para encontrar todas as palavras correspondentes a um contexto definido. Por exemplo, insira (zool.)* na zona 3 para obter depois de alguns instantes a lista de todas as palavras seguidas de informação contextual (zool.). Igualmente, se tiver juntado palavras aos dicionários WinDi e indicado atrás destas o comentário (eu), poderá ver todas as suas codificações de uma vez depois de ter introduzido (eu)* na zona 3.

Afim de voltar a uma pesquisa "normal", basta inserir uma nova palavra na zona 3.

4.2.4. Como obter as traduções. (zonas 3 e 5, écran 1)

Para cada palavra, o WinDi dá-lhe simultâneamente as traduções correspondentes nas outras seis línguas (ver parágrafo 3 deste capítulo).

Existem três formas de abrir o dicionário e ler as traduções :

- Clique sobre o botão "dicionário" na zona 5 (este botão não existe no caso das duas outras apresentações, ou seja, na apresentação multilingue num écran e na apresentação bilingue num écran).

- Carregue na tecla "Enter" depois de ter introduzido uma palavra na zona 3 ( o dicionário abrir-se-á se a palavra inserida estiver estiver contida neste).

- Clique duas vezes sobre qualquer uma das palavras da zona 1.

4.2.5. WinDi Dicionários em comunicação com outras aplicações Windows. (zona 9, écran 1)

Quando o WinDi é utilizado com uma outra aplicação Windows (processamento de texto,…), o botão na zona 9 corresponde à função "Colar" e o botão à função "Copiar", sendo as duas bem conhecidas dos utilizadores do Windows. Encontrará exemplos de utilização destas funções no parágrafo 4 deste capítulo.

4.2.6. Como aceder ao módulo de codificação . (zona 8, écran 1)

Clique sobre o ícone "utensílios" na zona 8 para ter acesso ao módulo WinDi Codificação permitindo-lhe juntar o seu próprio vocabulário na base de dados WinDi. Queira ler o capítulo 6 do presente manual para mais informações sobre o assunto deste módulo.

4.2.7. WinDi Dicionários em comunicação com outras aplicações WinDi. (zona 6, écran 1)

O ícone "Menu" na zona 6 dá acesso a todas as outras aplicações WinDi : Browser, Ajuda na Tradução e na Compreensão, síntese vocal, conjugação, tradução interactiva de frases e gestor de projectos de tradução. O ícone "altifalante" que se encontra ao lado dos ítens "clipboard" (zona 9) dá acesso ao módulo Voice for WinDi (síntese vocal).

4.2.8. Ajuda. (zona 10, écran 1)

Clique sobre o ponto de interrogação para obter uma explicação lembrando-lhe rapidamente quais são as funções do primeiro écran do WinDi Dicionários.

4.2.9. Como modificar a apresentação dos dicionários. (zona 11, écran 1)

O botão "S" que se encontra na zona 11 dá acesso a uma série de parâmetros. Com efeito, existem três apresentações diferentes dos dicionários WinDi : multilingue em dois écrans, multilingue num écran e bilingue num écran.

- Apresentação multilingue em dois écrans : seleccione as opções "Curto" (Short) e "1-7" (de uma língua para 7 línguas).

- Apresentação multilingue num écran : seleccione as opções "Integral" (Complete) e "1-7". Atenção: esta apresentação só estará disponível se a resolução do seu écran for no mínimo de 800 X 600. Se a resolução do seu écran é mais fraca, terá automaticamente acesso à apresentação multilingue em dois écrans. Contudo, terá ainda a oportunidade de escolher entre a apresentação multilingue em dois écrans e a apresentação bilingue num écran..

- Apresentação bilingue num écran : seleccione as opções "Curto" (Short) e "1-1" (duma língua para uma língua). Neste caso, contrariamente às outras apresentações, deverá seleccionar a língua de destino (através do botão "língua" no canto superior esquerdo do écran bilingue).

Todos os botões e ícones funcionam exactamente da mesma forma nas diferentes apresentações : funções clipboard, setas verdes botão "Setup", botões "Conjugação e Gramática", ícone "Menu", etc.

4.2.10. Como sair do WinDi Dicionários. (zona 7, écran 1)

- Clique na zona 7 com a ajuda do botão esquerdo do rato afim de guardar o WinDi em memória para uma utilização posterior. O WinDi fica assim minimizado continuando uma tarefa acessível no Windows graças ao Menu WinDi ( ver parágrafo 1 deste capítulo "Como aceder a WinDi Dicionários").

- Para obter o mesmo resultado, em qualquer parte sobre o écran, for a da janela WinDi.

- Clique com o botão direito do rato na zona 7 (porta), para descarregar o WinDi da memória do PC.

Quantas vezes não procurou uma palavra no dicionário de "papel", leu-a, fechou o dicionário, e teve que o reabrir para verificar a ortografia ? Se lhe acontecer o mesmo com o WinDi, a função "ULTIMA PESQUISA" levá-lo-á ao sítio certo : com efeito, esta função restitui em cada língua a sua última pesquisa, assim que abrir o WinDi. No primeiro écran, a última palavra da qual procurou a tradução aparecerá na zona 3, seja qual for a língua de origem que tenha escolhido. Em rede, o WinDi restituirá a situação específica a cada utilizador.

4.3. Segundo écran : visualização das traduções.

(este écran não está disponível a não ser no caso de uma apresentação multilingue em dois écrans)

Ecran 2.

N.B. : as línguas utilizadas neste écran foram classificadas em função das duas grandes famílias germânicas e latinas, sub-classificadas por ordem alfabética.

A palavra da qual procura a tradução e que seleccionou no écran 1 (ver parágrafo 2 deste capítulo) está delimitada por um quadro (zona 2 - écran 2). Neste exemplo, a palavra seleccionada provém do dicionário inglês. O quadro vermelho indica a língua de origem enquanto que o violeta indica a língua de destino, e isto em função da selecção que efectuou no Menu WinDi ou directamente no dicionário.

4.3.1 Comentários gramaticais / contextuais acompanhando as traduções. (zona 1, écran 2)

O WinDi indica com precisão a categoria gramatical da palavra que escolheu : artigo, conjunção, preposição, pronome, advérbio, adjectivo, nome comum (masculino, feminino ou neutro - singular ou plural), nome próprio (com os mesmos comentários que os nomes comuns), verbo (impessoal - (ir)regular - separável ou inseparável para o alemão e o neerlandês).

Os comentários contextuais entre parêntesis aparecem sempre que um esclarecimento de sentido é necessário. Pode tratar-se de uma abreviação (tech., bot., anat., etc., ver capítulo 8 "Lista das abreviações utilizadas no WinDi Dicionários") ou de uma explicação mais detalhada. Para os verbos, normalmente está especificado se se trata de um transitivo (tr.) ou intransitivo (intr.). Para lembrar, um verbo transitivo pode ser seguido directamente por um complemento (complemento directo), enquanto que um verbo intransitivo deve ser seguido directamente de uma proposição, depois de um complemento (complemento indirecto). Estas indicações são fundamentais para uma tradução de qualidade.

No exemplo do écran 2, os comentários gramaticais estão em Inglês. Para os obter numa outra língua, saia do WinDi Dicionários, clique sobre o ícone "S" (Setup) disponível no Menu WinDi,seleccione uma outra língua e abra a seguir o WinDi Dicionários. Esta modificação repercutir-se-á em todas as aplicações WinDi.

4.3.2. Visualisação das palavras precedentes ou seguintes. (zona 6, écran 2)

Os botões permitem-lhe visualisar rapidamente as palavras que seguem ou precedem a palavra delimitada por um quadro, no écran 2. Esta possibilidade é muito útil quando várias traduções são propostas para uma mesma palavra..

4.3.3. Transferência para uma outra aplicação Windows. (zona 4, écran 2)

Para a transferência de uma palavra proveniente dos dicionários WinDi para uma aplicação Windows, clique simplesmente num dos sete botões . Eles correspondem com efeito à função "Copiar". Os exemplos de utilização desta função são fornecidos no capítulo 4.4.

4.3.4. Como fechar o dicionário e voltar ao écran 1.

Para voltar ao écran 1, clique sobre o ícone "porta", ou clique em qualquer lado sobre o écran (excepto sobre os botões). Se deseja sair do WinDi, passe para o ponto 4.2.10 deste manual..

4.3.5. Ajuda e abreviações. (zona 7, écran 2)

Clique sobre o ponto de interrogação para obter :

- a lista das abreviações utilizadas pelo WinDi e a sua significação.

- um texto lembrando-lhe rapidamente as funções incluídas no segundo écran do WinDi.

4.4. WinDi Dicionários em comunicação com outras aplicações Windows : exemplos.

Os botões e situados na zona 9 do écran 1 e na zona 4 do écran 2 permitem-lhe manter uma relação directa entre o WinDi e outras aplicações Windows, ou seja, transferir palavras entre o WinDi e uma outra aplicação Windows, por exemplo. Eis um exemplo prático implicando um tratamento de texto.

Exemplo 1.

Imagine que tem no écran um texto escrito numa língua estrangeira. Se desejar conhecer o significado de uma palavra, eis um método simples e rápido proposto pelo WinDi :

a. Com a ajuda da função "Copiar" (no menu "Editar"), copie a palavra para o clipboard.

b. Abra o WinDi. Não se esqueça que o dicionário deve ser aberto na língua da palavra que procura. Se não for o caso, clique simplesmente sobre um dos símbolos de línguas antes de proceder à importação da palavra, afim de mudar de dicionário (ver parágrafo 2.1 deste capítulo.).

c. Clique sobre o botãona zona 9 do écran 1. A palavra aparece na zona 3.en zone 9 de l'écran 1.

d. Se a palavra procurada existe, pode abrir o dicionário (pressione a tecla "Enter" ou clique sobre o botão "dicionário"), afim de poder ler a tradução.

e. Para voltar ao seu texto, clique sobre o ícone "porta" (zona 7, écran 1).

Exemplo 2.

Escreve um texto numa língua estrangeira na sua aplicação. Procura a tradução de uma palavra particular que deseja integrar imediatamente no seu texto. Eis o método simples e rápido que o WinDi lhe propõe :

a. Chame o dicionário.

b. Escolha o dicionário WinDi no qual deseja trabalhar, na zona 4 do primeiro écran.

c. Insira a palavra a pesquisar na zona 3 do mesmo écran.

d. Abra o dicionário para ler as traduções propostas.

e. No écran 2, clique sobre o botão que se encontra na zona de tradução que lhe interessa. O WinDi grava a sua tradução no clipboard.

f. Saia do WinDi (ver ponto 4.2.10).

g. Está de volta ao seu texto. Coloque o cursor no sítio onde deseja inserir a sua tradução, e utilise a função "Colar" (menu "Editar").

Exemplo 3.

Imagine que está a trabalhar num texto, não importa se ele está ou não numa língua estrangeira. Exita na ortografia de uma palavra, ou deseja simplesmente verificar a existência de uma palavra. Deseja de seguida passar o resultado da sua pesquisa directamente para o seu texto. Eis o método proposto pelo WinDi :

a. Abra o WinDi.

b. Escolha, na zona 4, a língua na qual deseja trabalhar (ver § 2.1. deste capítulo).

c. Assim que encontrar a palavra que procura na janela da zona 3 do primeiro écran, abra o dicionário (ver § 2.3 deste capítulo).

d. Clique sobre o botão situado na zona da palavra que deseja copiar. Uma vez copiada para o clipboard, poderá importá-la para o seu texto com a ajuda da função "Colar" do Windows.

Note que estas funções de importação/exportação não se mostram necessárias se escolher trabalhar no Editor Duplo. Neste caso, o WinDi encontrará a tradução de cada uma das palavras contidas no deu texto de origem, comparando-as com a sua base de dados dicionário. Para explicações mais completas, queira remeter-se ao cap. 3 deste manual.

4.5. A procura de uma palavra.

4.5.1. Particularidades do alemão e do neerlandês.

O WinDi concede uma atenção muito particular aos verbos com partícula : para cada partícula verbal, é especificado se esta é separável (ex. : aus_breiten) ou inseparável (ex. : erzählen).

No caso de um verbo com partícula separável, há dois métodos que lhe permitem encontrar a tradução : a primeira consiste em escrever a forma infinitiva do verbo com a sua partícula (ex. : anmachen). A segunda consiste em escrever o verbo sem a sua partícula (ex. : machen).

Neste último caso, a janela do primeiro écran apresentará o verbo com ou sem partícula, tantas vezes como este aparece no dicionário. Se o alemão ou o neerlandês vos são totalmente estrangeiros, esta técnica permitir-vos-à de encontrar mais facilmente o verbo que procura, pois não é necessário conhecer a forma infinitiva "completa" (com partícula). Ao escrever o verbo "machen", terá à escolha entre "machen", "abmachen", "durchmachen", "mitmachen", "vormachen", etc.

É também interessante, dispor de uma tal lista, permitindo-lhe ver as diferentes variações de sentido criadas pelas partículas num mesmo verbo.

É importante juntar que cada partícula separável é imediatamente seguida do sinal "_" (por exemplo : an_machen), para facilitar. Contudo, se fizer a pesquisa de um verbo com partícula separável a partir da sua forma infinitiva "completa", o WinDi mostrar-lhe-á este verbo tal e qual, sem o sinal "_" (por exemplo.: anmachen). É o único caso onde, no WinDi, a partícula separável não está separada do verbo pelo sinal "_".

4.5.2. Particularidades do inglês.

O WinDi dar-lhe-á a tradução de um verbo inglês se o inserir sem "to". Escreva "seek", nunca "to seek".

O género dos nomes ingleses nunca é especificado : com efeito, na maior parte dos casos, estes são neutros e assim, deve usar o pronome "it". Quanto à utilização dos pronomes "he" e "she", estes são destinados às pessoas e aos animais. O género masculino ou feminino para os objectos não se utiliza, em geral, a não ser no inglês literário.

4.5.3. Verbos regulares ou irregulares.

Quais foram os critérios escolhidos para determinar se um verbo é regular ou irregular ? É o que nós gostaríamos de explicar aqui. Não se trata de regras gramaticais propriamente ditas, mas antes de convenções habitualmente utilizadas na aprendizagem das línguas.

4.5.3.1. Em alemão.

Um verbo diz-se regular se os seus tempos primitivos seguem a seguinte regra (por exemplo : reisen) :

- Pretérito : radical + 'te' (1ͺ. pers. sing.) (por exemplo. : ich reis-te)

- Particípio passado : 'ge' + radical + 't' (por exemplo : ge-reis-t).

ATENÇÃO : os verbos que terminam em '-ieren' (ex. : telefonieren), são igualmente regulares, apesar de formarem o seu particípio passado sem ‘ge’ (radical + ‘t’ (ex. : telefonier-t)).

Todos os outros verbos são ditos irregulares (ex. : biegen - bog - gebogen).

4.5.3.2. Em inglês

Um verbo diz-se regular se os seus tempos primitivos seguem a seguinte regra (ex. : to paint, to create) :

- Pretérito : infinitivo + 'ed' ou ‘d’ (ex. : I paint-ed, I create-d)

- Particípio passado : infinitivo + 'ed' ou ‘d’ (ex. : paint-ed, create-d).

Todos os outros verbos são ditos irregulares (ex. : to cut - cut - cut).

4.5.3.3. Em neerlandês.

Um verbo diz-se regular se os seus tempos primitivos seguem a seguinte regra (ex. : leren, werken) :

- Pretérito : radical + 'de' ou ‘te’ (sing.) (ex. : ik leer-de, ik werk-te)

- Particípio passado : 'ge' + radical + 'd' ou ‘t’ (ex. : ge-leer-d, ge-werk-t).

Todos os outros verbos são ditos irregulares (ex. : kopen - kocht - gekocht).

4.5.3.4. Em françês.

Os verbos terminados em '-er' que se conjugam como 'aim-er' e os terminados em '-ir' que se conjugam como 'fin-ir' são regulares, sendo todos os outros irregulares.

ATENÇÃO : Os verbos que mudam a sua ortografia quando os conjugamos são igualmente considerados como irregulares (ex : céder : je cède, ... ; manger : je mangeais, ...).

4.5.3.5. Em italiano.

Os verbos terminados em '-are' que se conjugam como 'am-are', os verbos terminados em '-ere' que se conjugam como 'tem-ere' e os terminados em '-ire' que seguem o modelo de 'fin-ire' são regulares. Todos os outros são considerados irregulares.

4.5.3.6. Em espanhol.

O espanhol segue três modelos de conjugação : os verbos terminados em '-ar' (habl-ar), em '-er' (com-er), et em '-ir' (viv-ir). Os verbos que se conjugam seguindo um destes três modelos são regulares, todos os outros são considerados irregulares.

ATENÇÃO : consideramos igualmente irregulares, todos os verbos que mudam a sua ortografia ao serem conjugados.Os principais são os que terminam em : -car (ex. : sacar), -gar (ex. : pagar), -zar (ex. : empezar), -cer (ex. : nacer), -ger (ex. : proteger), -eer (ex. : creer), -cir (ex. : producir), -gir (ex. : dirigir) e -guir (ex. : distinguir).

4.5.3.7. Em portugês.

O português segue três modelos de conjugação: os verbos que terminam em '-ar' (compr-ar) e -’iar’ (anunc-iar), em '-er' (vend-er) e em '-ir' (garant-ir). Os verbos que se conjugam seguindo um dos três modelos são regulares, todos os outros são considerados irregulares.

ATENÇÃO: todos os verbos que modificam a sua ortografia quando os conjugamos são igualmente considerados irregulares.

_________________________________________________________________

Logo
Índice.

Visite a nossa página na Web : http://www.windi7.com